MiTeam Meetings – Reuniões produtivas online
10 de março de 2020
Trabalhe Remoto Com CloudUC e Mitel
11 de maio de 2020

Rear view of very busy man

Remote Office e a importância de uma boa conexão Wi-Fi

Se você está trabalhando em casa agora devido ao surto de COVID-19, deve ter percebido que há certos momentos em que em que seu Wi-Fi não está mais atuando de forma normal, experimentando congelamento de imagens, imagens quadriculadas, sombras e até perda de comunicação de voz com interrupções de palavras e até frases inteiras.
Somado a isso, há também um fator não previsto de compartilhamento de dados da banda larga de sua casa com seus filhos, que agora estão jogando videogames, assistindo streams (NetFlix, Amazon Prime, HBO, para mencionar alguns). E claro, seu marido ou esposa pode estar tendo de dividir isso com você porque ele(ela) também tem suas reuniões em casa. Em tempos de COVID-19, a ordem é #fiqueemcasa.
Mas calma, há algumas maneiras simples que ajudam a melhorar a propagação do sinal de seu roteador Wi-Fi contratado de sua operadora. Pequenos ajustes fazem uma grande diferença para se extrair o melhor de sua internet sem necessariamente precisar aumentar os custos de conexão.
Aqui estão algumas coisas que você pode fazer para aproveitar ao máximo sua largura de banda.

MEÇA SUA VELOCIDADE

Seu primeiro passo é entender a natureza do seu problema e medir a qualidade do seu Wi-Fi. Você pode fazer isso no navegador do seu notebook. Certifique-se de que seu notebook não esteja usando uma conexão compartilhada com seu celular no momento do teste. Pra isso, se possível, coloque seu celular em “Modo avião” durante o teste de velocidade, afinal você quer ter certeza de que você não está usando dados de celular para isso. Em seguida, abra o navegador e use serviços gratuitos para testar sua velocidade. Aqui, sugerimos o fast.com ou Speedtest (que possui aplicativos para dispositivos móveis) para ver a rapidez com que o Wi-Fi está sendo executado.
Verifique sua velocidade em vários ambientes da casa e anote se há lugares com pontuação significativamente menor que outros

VERIFIQUE SUA REDE

Parece esquisito, mas acontece: verifique se seus dispositivos estão usando a rede que você pensa que eles estão. Às vezes (e sem motivo), os dispositivos acessam, digamos, o ponto de acesso sem fio de velocidade mais baixa do seu provedor, em vez da rede de alta velocidade da sua casa. Leva apenas um segundo, então verifique. Esse é um ponto que pode ajuda-lo a redefinir 2 coisas importantes antes de contratar mais banda larga para sua casa:
1- reposicionar o roteador Wi-Fi
2- contratar um serviço de cabeamento de rede (para ter um cabeamento LAN) para outros cômodos da casa

MOVA SEU ROTEADOR SEM FIO

Se o teste de largura de banda que você fez mostrar pontos mortos em sua casa, tente mover o roteador sem fio. Não é incomum que um roteador Wi-Fi fique preso no canto de uma casa ou apartamento, perto da parede onde o serviço entra em sua casa. Esse é o pior lugar para isso. Wi-Fi é rádio; os rádios têm alcance limitado e às vezes têm dificuldade em penetrar nas paredes. Se for prático, tente mover o roteador para um local mais central, utilizando um cabo coaxial ou cabo Ethernet mais longo.
Tente manter o roteador longe de grandes pedaços de metal, como geladeiras ou fornos de microondas. O Wi-Fi também não funciona bem com muita água; portanto, fique longe de aquários de 100 litros.
Em seguida, tente as verificações de velocidade novamente para ver se isso ajudou.
Quando você contrata um serviço de banda larga residencial, as operadoras vão até sua casa e instalam o equipamento no local mais conveniente para elas, não para você. é comum isso acontecer, afinal, elas só estão lá para ativar o ponto. Depois disso é com você. Muitos de nós não nos importávamos com isso porque afinal, a conexão Wi-Fi não exigia tantos serviços de alta resolução (e-mails, navegação em bancos para pagar contas, contratar pacotes de férias, adquirir produtos etc.), só que agora, o chamado novo normal é trabalhar em casa e isso exige ter alguns cuidados essenciais (falaremos deles em outros posts) entre eles, qualidade de banda e qualidade de imagem.
Para ter isso como um ponto favorável para seu trabalho remoto, você precisa ter uma qualidade de banda e um sinal de transmissão e recepção que sejam adequados para seu home office e isso se dá inicialmente com uma adequação de equipamentos transmissores e receptores (seus dispositivos, seu roteador wi-fi e outros repetidores de sinal).

MUDAR DE CANAL

Todo roteador Wi-Fi possui um canal de transmissão e recepção. acontece que , com a aglomeração das metrópoles e a grande difusão da internet nos grandes centros urbanos, a instalação desses roteadores pelos provedores acaba (na maioria das vezes) sendo a padrão, então, a competição entre eles para usar o mesmo canal com a provedora, causa lentidão na transmissão e recepção da internet. Altere o canal de transmissão de seu roteador você mesmo, ou peça para seu provedor faze-lo para você. um software gratuito e bastante útil para você é o NetSpot. existe uma versão gratuita para Windows em https://www.netspotapp.com/pt/netspot-windows.html.
É uma modificação especialmente proveitosa para se tentar, caso haja muitas outras redes Wi-Fi perto. Você pode estar sofrendo interferências de rádio de outros roteadores.
Alguns roteadores são projetados para detectar interferências e selecionar frequências organizadas, mas nem todos são ótimos nisso ou na busca de frequências mais claras à medida que as condições mudam. Vá para as configurações do seu roteador e tente sistematicamente outros canais e veja se isso ajuda.

MOVER PARA 5GHZ

O Wi-Fi moderno funciona na faixa de frequência de 2,4 GHz e 5 GHz. O último é mais rápido e está menos sujeito a interferências, mas tem uma cobertura menor e não consegue penetrar nas paredes com tanta facilidade. os roteadores com frequência 2,4GHz são mais robustos, mas também são mais suscetíveis a interferências de outros equipamentos que emitem frequências eletromagnéticas tais como fornos de microondas e alguns telefones sem fio mais antigos.
Se puder, opte por 5 GHz se seus dispositivos suportarem. Se você possui um roteador antigo que não suporta 5 GHz (ou seja, 802.11ax, 802.11ac, 802.11n ou 802.11a), pense seriamente em adquirir um novo. Essa frequencia já está sendo adotada por todos os novos dispositivos sem fio e os equipamentos baseados em IoT (Internet das Coisas).
E observe: a banda de 5GHz não tem nada a ver com o serviço de celular de 5G. A semelhança nos nomes é uma coincidência. Não fique confuso.

OBTER UM EXTENSOR DE Wi-Fi

É possível que você não consiga mover seu roteador ou que movê-lo não tenha ajudado. Nesse caso, procure obter um extensor de alcance e colocá-lo onde o sinal é mais fraco.

CONTRATE UMA LARGURA DE BANDA SUFICIENTE

Se as tentativas anteriores não foram bem sucedidas ou não satisfatórias, então está mesmo na hora de você pensar em contratar mais banda para sua residência.
Os requisitos de dados surgem sobre nós, e você provavelmente está sugando mais bits do que costumava. Talvez você tenha comprado uma HDTV de alta resolução e esteja gostando da Netflix 4K, ou tenha começado a usar um tablet enquanto assiste transmissões, ou tenha participado de jogos interativos, ou a escola de seus filhos seja fechada, ou você esteja trabalhando na em casa e fazendo muitas videoconferências. Pode ser alguma combinação de tudo isso, ou a soma de tudo isso. Benvindo ao novo normal em tempos de home office.
Neste caso, não adiante melhorar sua cobertura Wi-Fi pela casa se a velocidade de tráfego estiver sendo bloqueado pelo seu provedor. Veja sua fatura ou entre em contato com seu provedor através do serviço de atendimento ao cliente para descobrir quanta largura de banda você está comprando. Agora é fácil encontrar planos com 100 Mbps ou mais, mas se você não tiver verificado ultimamente, poderá ter um plano mais antigo com velocidades muito mais lentas. Também é possível que você esteja atingindo os limites mensais de dados, embora os provedores geralmente avisem se esse é o problema.

Outra questão é se você ainda tiver o serviço DSL da sua companhia telefônica local (via par de fios telefônicos). Verifique se há alguma alternativa mais rápida em sua área e mude imediatamente.
Muitos provedores de internet estão oferecendo acordos relacionados ao COVID-19. Procure negociar com seu provedor para ter uma oferta mais adequada nesse momento de migração, afinal, esses custos não estavam previstos inicialmente.

Bem, feito isso, você pode ter maior tranquilidade com relação a infraestrutura de novos serviços que entraram nos lares, permitindo às pessoas maior mobilidade, qualidade de vida e um novo jeito de trabalhar, que passará a ser o novo normal para muitas empresas e profissionais.
Estaremos te apoiando com nossas soluções de última geração e produtos de comunicações unificadas baseado em serviços na nuvem com tecnologia Mitel e MiCollab com MiTeam Meetings.

Marco Aurelio Julio
Marco Aurelio Julio
Sócio fundador da CloudUC Comunicações Unificadas Empresariais. Sempre em busca de tecnologias que permitam às empresas reduzir seus custos, melhorar suas comunicações e engajar equipes de trabalho tendo a nuvem como principal meio de transporte e o modelo de serviços como principal fornecimento de soluções para o mercado corporativo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *